Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
PROFISSIONALIZANTES
COMISSÃO ESTADUAL DO EMPREGO PDF Imprimir E-mail
Escrito por Franco   
Qua, 08 de Junho de 2011 19:13

Comissão Estadual do Emprego

Você sabia da existência dessa comissão? Pois é, ela existe e tem objetivos que nos interessam. Agora já sabemos a quem recorrer. Não percamos tempo.

secretaria do emprego

Objetivo:

1. Participar da definição das políticas que compõem o Sistema Público de Emprego do Estado de São Paulo, acompanhando e avaliando a sua implementação.

2. Estimular e aprovar em parceria com a SERT (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho) a criação de Comissões Municipais de Emprego nos Municípios do Estado de São Paulo, para colaborar no desenvolvimento de políticas públicas locais de emprego e renda.

Como funciona:

1. A Comissão Estadual de Emprego é organizada de forma tripartite e igualitária, com representantes do Poder Público Estadual, dos Trabalhadores e dos Empregadores.

2. A Comissão reúne-se periodicamente com o intuito de buscar soluções coletivas para o desemprego no Estado de São Paulo.

Composição:

a)Representantes do Governo

  • Secretaria de Estado do Emprego e Relações do Trabalho
  • Titular: Rogério Barreto Alves
  • Suplente: Marcelo de Oliveira Mello
  • Secretaria de Estado do Desenvolvimento
  • Titular: João Batista de A. Mota Jr.
  • Suplente: Yolanda Silvestre
  • Secretaria de Estado da Economia e Planejamento
  • Titular: Paulo Roberto Marques Varanda
  • Suplente: Cláudio Fernando Matarazzo
  • Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento
  • Titular: Flávio Antas Corrêa
  • Suplente: João Batista Donadio
  • Superintendência Regional do Trab. e Emprego do Estado de SP
  • Titular: José Roberto de Melo
  • Suplente: Atílio Machado Peppe

b)Representantes dos Trabalhadores

  • Força Sindical do Estado de São Paulo
  • Titular: Vanderlei Roberto dos Santos
  • Suplente: José Antonio Simão Rodrigues
  • Central Única dos Trabalhadores do Estado de São Paulo – CUT
  • Titular: Telma Aparecida Andrade Victor
  • Suplente: Rogério Giannini
  • União Geral dos Trabalhadores – UGT
  • Titular: Natal Léo
  • Suplente: Paulo Sergio Barbosa Pirassol
  • Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB
  • Titular: Paulo Teixeira Sabóia
  • Suplente: Alfredo de Oliveira Neto
  • Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo – FETAESP
  • Titular: Bráz Agostinho Albertini
  • Suplente: Donato Cutrone Neto

c) Representantes dos Empregadores

  • Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESP
  • Titular: Roberto Della Manna
  • Suplente: Pedro Nunes de Abreu
  • Federação do Comércio do Estado de São Paulo – Fecomercio
  • Titular: Ivo Dall’acqua Junior
  • Suplente: Álvaro Luiz Brusadin Furtado
  • Federação Brasileira das Associações de Bancos – FEBRABAN
  • Titular: Marilena Moraes Barbosa Funari
  • Suplente: Nicolino Eugênio da Silva Junior
  • Federação da Agricultura do Estado de São Paulo – FAESP
  • Titular: Argemiro Leite Filho
  • Suplente: Breno Gilberto Bonuti Bizzi
  • Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo – FACESP
  • Titular: Thadeu Coelho Cata Preta
  • Suplente: Antonio Eloi Pedro

Executiva

Presidente: Ivo Dall’acqua

Mandato: 17/06/2010 a 17/06/2011

Secretário Executivo: José Roberto Fukumaro


 
TRABALHO TEMPORÁRIO - ESTATÍSTICAS PDF Imprimir E-mail
Escrito por Franco   
Dom, 15 de Maio de 2011 21:57

Brasil é o quinto maior mercado para trabalho temporário do mundo

RIO - O Brasil ocupa o quinto lugar no ranking mundial dos países que mais empregam trabalhadores temporários, com 902 mil contratos fechados em 2010. O número engloba todo tipo de demanda, tanto do comércio nas datas festivas que representam maior volume de vendas (Páscoa, Dia das Mães, dos Namorados, dos Pais e Natal, por exemplo), como dos demais setores da economia que sejam obrigados a contratar trabalhadores extras para suprir a saída de algum funcionário, seja por motivo de doença ou férias. As três primeiras posições pertencem aos Estados Unidos (2 milhões), Japão (1,1 milhão) e Reino Unido (1,07 milhão), segundo dados da pesquisa "The agency work industry around the world", da Confederação Internacional das Empresas de Trabalho Temporário (CIETT).

A África do Sul, por sua vez, está na quarta posição da lista composta por 36 países, lugar antes ocupado pelo Brasil.

- A realização da Copa do Mundo na África do Sul certamente foi responsável por sua ascensão no ranking. A realização de eventos como este impulsiona o setor e abre inúmeras oportunidades de negócios. Essa é a nossa expectativa para o Brasil - explica Vander Morales, presidente do Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem), filiado a CIETT.

O trabalho temporário permite que as empresas ajustem seus quadros de funcionários de acordo com demandas extraordinárias ou sazonais. Segundo Morales, a atividade é regida pela lei 6.019/74, que garante aos profissionais os mesmos direitos de um funcionário efetivo. Os contratos têm duração de até três meses e podem ser prorrogados por igual período.

 
BREVES PALAVRAS PDF Imprimir E-mail
Escrito por Franco   
Qui, 23 de Dezembro de 2010 23:54

Aqui, alguns cursos profissionalizantes disponíveis para você.

Os cursos profissionalizantes são uma forma rápida e prática de se adquirir conhecimento. Eles também podem ser no formato "on-line". Alguns oferecem estágio prático (algumas vezes remunerado) o que facilita na concorrência por uma vaga de emprego (todos nós sabemos que estágio conta como experiência profissional).
Nos anos 70 e 80 os cursos profissionalizantes eram uma verdadeira febre principalmente entre os jovens (que só atingiam a maioridade aos 21 anos) e que precisavam trabalhar para ajudar suas famílias naquela época de instabilidade financeira, reformas governamentais e culturais, sem falar das repúblicas ditatoriais.

Nos dias de hoje esses mesmos cursos (reciclados e atualizados), e outros que atendem as necessidades atuais voltaram com força total justamente para atender às necessidades de quem procura uma oportunidade nesse mundo tão concorrido e tão desigual no qual temos que procurar um meio de sobrevivência digna para nós e para os nossos.

 
CURSOS 24 HORAS PDF Imprimir E-mail
Escrito por Franco   
Qua, 22 de Dezembro de 2010 00:00

Alguns cursos rápidos como, por exemplo, os cursos online podem suprir necessidades de conteúdo curricular e de conhecimento profissional.

Cursos Online com Certificado
Cursos 24 Horas - Cursos Online a partir de R$ 20

 
BAIXAR CURSOS GRÁTIS PDF Imprimir E-mail
Escrito por Franco   
Ter, 21 de Dezembro de 2010 00:00

Disponibilizamos aqui alguns cursos que você poderá baixar para seu computador. Boa sorte.

CURSO DE CULINÁRIA GRÁTIS

CURSO DE DESENHO GRÁTIS

CURSO DE ELETRICISTA GRÁTIS

CURSO DE MASSAGEM GRÁTIS - para receber esse curso entre em contato pelo email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. que enviarei o arquivo