Itens Relacionados

IDEALISTAS

  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator

IDEALISTAS

Vote em Idealistas
 

Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
EDITORIAIS IDEALISTAS
A CIDADE IDEAL - SÃO PAULO EM DESTAQUE PDF Imprimir E-mail
Escrito por Barthô   
Dom, 05 de Junho de 2011 13:21

SEM DÚVIDA UM IDEAL A SER FIELMENTE SEGUIDO. O BRASIL (SÃO PAULO) ESTÁ INCLUÍDO NISSO.

As cidades são peças fundamentais no combate às mudanças climáticas. De acordo com dados da C40, a cúpula internacional de prefeitos que se reune esta semana em São Paulo, elas abrigam mais da metade da população mundial e juntas contabilizam mais de 80% das emissões de gases de efeito estufa. Mas medidas simples têm mostrado bons resultados para o meio ambiente e de quebra, melhorado a qualidade de vida da população. Em comum, elas exigiram bom planejamento, investimento e mobilização do poder público e da população.

Eficiência energética, uso racional da água, preferência por materiais ecologicamente corretos e preservação ambiental estão entre os principais fatores que definem uma casa sustentável, conceito que vem se difundindo no Brasil principalmente nos últimos dois anos.

cidade ideal

A procura por formas limpas e renováveis de gerar energia nunca recebeu tanta atenção – e investimento – como agora. Essas iniciativas cresceram mais de 15% entre 2007 e 2008 em todo mundo, movimentando US$ 120 bilhões, e este crescimento superou pela primeira vez foi maior que a expansão do uso combustíveis fósseis na Europa e nos Estados Unidos. Embora algumas técnicas já estejam em estágio avançado, como a do etanol, boa parte dos projetos são apostas em tecnologias experimentais e ainda sem viabilidade econômica.

Nesse campo, porém, o Brasil larga na frente. O país tem 87% de sua energia proveniente de fontes renováveis, enquanto no resto do mundo a média é de 18%. O país domina como nenhum outro a geração de álcool combustível, além de ter grande experiência com usinas hidrelétricas, de onde vêm mais de dois terços da eletricidade nacional. Embora tenha condições climáticas para avançar em outras tecnologias, como as energias eólica e solar, os resultados ainda são modestos e, com a descoberta das gigantescas reservas de petróleo do pré-sal, especialistas temem que elas fiquem em segundo plano.

No resto do mundo, a queda do preço do petróleo também preocupa os ambientalistas, que advertem para a redução nos investimentos nas energias renováveis. Ainda assim, os maiores poluidores do mundo, Estados Unidos e China, têm puxado a expansão dos combustíveis renováveis. O país asiático duplicou, pelo quinto ano consecutivo, sua capacidade de gerar energia eólica. Os americanos apostaram em novas tecnologias de etanol e em outras menos tradicionais, como a Bloom Box – uma espécie de pilha que usa o ar para gerar energia continuamente – que abriu uma nova perspectiva no setor.

Fonte

 
SBT ENTRA PRA HISTÓRIA DA TV BRASILEIRA EM 12/05/2011 PDF Imprimir E-mail
Escrito por Barthô   
Sáb, 14 de Maio de 2011 15:26

'Palmas também para Silvio Santos', diz Aguinaldo Silva sobre beijo gay

POR GISLANDIA GOVERNO - O DIA ONLINE

(Direitos Respeitados)

(...)‘Palmas para Silvio’

Por meio de seu blog, o autor Aguinaldo Silva parabenizou o colega Tiago Santiago. “Eu já tentei algumas vezes e sempre levei os maiores passa-foras, já desisti há muito e decretei: beijo gay agora só se for na minha casa. Palmas também para Silvio Santos, que deve ter visto a cena, soltado um ho-ho-ho daqueles e decretado: libera!”.
Em ‘Senhora do Destino’, de 2005, escrita por Aguinaldo, Bárbara Borges formou casal gay com Mylla Christie. Elas moravam juntas na trama, mas o beijo nunca rolou. “Jennifer e Eleonora tiveram muitas cenas em que se cumprimentavam com beijo selinho. Ao meu ver, foi um grande passo na história da teledramaturgia. As duas acabaram juntas e com um filho adotivo”, lembra Bárbara.

 

(...) Já em ‘América’, de 2005, Júnior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) gravaram a cena de beijo entre os dois. Mas a Globo não exibiu.
“O primeiro beijo gay da televisão eu posso dizer que fui eu que fiz. Foi gravado e estava lá. Só não foi ao ar”, disse a autora da trama, Glória Perez,.(...)

BARTHÔ RAIMUNDO - Jornalista - Portal Dica Quente

Existem ideais que estão sempre submetidos aos "preconceitos humanos". Preconceito é uma palavras que deve ser bem estudada e, que, se não puder ser compreendida por seus sinônimos e explicações atuais, talvez precise ser melhor esclarecida porque ainda encontramos quem a compare com (desculpa para encobrir coisas erradas). Aí passamos a ter mais um problema: a ignorância acompanhada da desinformação e da falta de cultura.

Então eu faço aqui umas perguntas: Porque a notícia do beijo gay da novela "Amor e Revolução" está repercutindo mais que a notícia do Bispo Mogavero (Itália) que inaugurou uma nova igreja (também em Maio/2011) usando vestes de seda rara assinadas por Giogio Armani? Porque o fato de o Papa usar calçados da marca Prada não repercute em falatórios?

Eu posso tentar responder: Desde de que o mundo é mundo e que passou a existir a necessidade de ter-se um líder (alguém a frente) para "orientar" qual deve ser a melhor forma de se fazer algo e, a partir do momento que "esse algo" passou a ser respeitado e bem vindo, e dar "resultados positivos", surgiu também "alguém" que deve ter ficado muito "insatisfeito" ou "invejoso" disso por que queria que isso tivesse partido dele. Essa insatisfação (desde os tempos remotos) vem sendo a "argumentação" presente, nos dias atuais, das pessoas que são do mesmo tipo, ou seja: "insatisfeitas e invejosas". Mais que isso: por falta de conhecimento de causa, da ignorância e do medo de encarar o "novo" (novo não, encarar aquilo que partiu de alguém mais sábio) o resultado é esse tempo perdido em procurar "assunto" no que já está mais que "assuntado".

E, como o tema já é provado como "fato" e não pode ser desconsiderado esses indivíduos (do contra) tentam  (sem bons resultados) associar isso à educação familiar ou escolar de nossas crianças (apegando-se ao fato de que elas estão em formação) e, que, como serão o futuro da nossa sociedade deveriam ser "forçadas" a contribuir socialmente negando aquilo que já é "social".

Oh, God! Já perceberam que essas pessoas nunca lutam, batalham ou falam por si próprias? Dificilmente apresentam um ponto de vista com bases que não sejam "exatamente o contrário" do que é proposto. Apenas e tão somente discordam do que lá está e mais nada.

Bem se fala na justiça: "Contra fatos não há argumentos!"

OBS: Só para constar (já que li um comentário onde um leitor relata sobre o futuro das nossas crianças) convém esclarecer que responsabilidade familiar é diferente de responsabilidade social . Além do mais a novela apresenta conteúdo histórico brasileiro, fruto de um período ditador insensato que "desgraçou" o futuro de muitos jovens e dizimou várias famílias. Os jovens  daquela época (em que a maioridade era obtida aos 21 anos) lutavam por vários direitos (inclusive o desse tema), pela liberdade de expressão, pelo direito de serem felizes. Até hoje vivemos em completa "desgraça" por conta desses resquícios. Um exemplo disso, nos dias atuais, é conhecido pelo nome "Bolsonaro" que somente protagoniza cenas repressoras e antiquadas (ele parece está parado no passado, parece ter medo da realidade, parece não ter encontrado temas melhores para propor como base de sua plataforma política ou gosta mesmo é de se aparecer falando tanta "abobrinha" e usando o dinheiro público para tentar prová-las). Já reparou que ninguém contesta isso?

Classificação etária

Com base na sinopse fornecida pela emissora, o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação classificou inicialmente Amor e Revolução como "não recomendada para menores de 14 anos", antes do início de sua exibição.

Fonte

Perceba-se

Criança: até 11 anos;

Pré-Adolescente: a partir dos 12 anos;

Adolescente: a partir dos 14 anos;

Adulto: a partir dos 18 anos; quando adquire responsabilidade para responder por seus atos. Antes disso: Responsabilidade familiar.

Responsabilidade social: moradia, saúde, estudo, orientação, proteção.

Responsabilidade familiar: fazer com que as crianças adquiram conhecimento profundo sobre tudo isso para que possam (aos 18 anos) ter conhecimento forte sobre as mesmas e conduzirem suas vidas da melhor maneira possível.

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 Próximo > Fim >>

Página 1 de 7