Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
RODOLFO BOTTINO: MAIS UMA ESTRELA NO CÉU PDF Imprimir E-mail
Escrito por Barthô   
Dom, 11 de Dezembro de 2011 14:36

Chefe de cozinha e ator Rodolfo Bottino morre em Salvador, diz família

Chefe de cozinha morreu por volta das 9h40, vítima de embolia pulmonar.
Irmão conta que ele estava internado desde quinta (8) para fazer cirurgia.

rodolfo bottino rodolfo bottino

O chefe de cozinha, ator e apresentador Rodolfo Bottino morreu por volta das 9h40 desde domingo (11) em Salvador, vítima de embolia pulmonar. De acordo com o irmão, Cláudio Bottino, Rodolfo estava internado no Hospital da Bahia desde quinta-feira (8) para realização de uma cirurgia no fêmur.  Ainda segundo Cláudio, o corpo de Rodolfo será levado para o Rio de Janeiro na segunda-feira (12).

Fonte: G1

Morre em Salvador o ator e chef de cozinha Rodolfo Bottino

Bottino faleceu em um hospital em Salvador em decorrência de uma embolia pulmonar

Morreu na manhã deste domingo (11), o ator e chef de cozinha Rodolfo Bottino, 52 anos. Segundo informações do jornal "O Globo", Bottino que era portador do vírus da Aids, faleceu em um hospital de Salvador em decorrência de uma embolia pulmonar, durante um exame para a realização de uma cirurgia no quadril.

O ator ficou conhecido no grande público nos anos 80, quando interpretou Lauro, o galã da minissérie “Anos dourados”, exibida na TV Globo em 1986. No mesmo ano, Rodolfo abriu o restaurante Madrugada, em Botafogo , no Rio de Janeiro, e em 2000, levou sua cozinha para os palcos na peça “Risotto”, que circulou pelo Brasil.

Em 2006, o ator venceu um câncer no pulmão, e dois anos depois, ao completar 50 anos, revelou ser portador do vírus da Aids desde a década de 90.

No cinema, Rodolfo interpretou o personagem Joaquim Silvério dos Reis em "Tiradentes", Gâmbolo em "Benjamim", e foi apresentador no documentário Pampulha.

Seu último trabalho como ator, foi o espetáculo “Homens, santos e desertores”, que estreou em julho deste ano no Rio, com texto do dramaturgo Mario Bortolotto e direção de Ernesto Piccolo. Com informações de "O Globo".

Fonte: Correio - BA

rodolfo bottino


Fonte: R7 - Rosana Hermann

 

Comentar

Por favor, use de polidez em seu comentário. Não utilize palavras ofensivas ou palavrões e seja bem vindo(a).


Código de segurança
Atualizar