Login



Detectamos o seu IP

Você está conectado(a) a este site de: 54.224.168.206

Dali Clock

Social Media Links

TwitterFacebook

Pessoas Online

Nós temos 253 visitantes e 9 membros online
  • redezrenn

Visitas

HOJE148
ONTEM274
NA SEMANA668
NO MÊS3240
TODAS309976
Powered by Kubik-Rubik.de

Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
CPTM/SP - FIM DA GREVE PDF Imprimir E-mail

ACABA A GREVE DA CPTM

cptm

Os funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) suspenderam a greve e retornarão ao trabalho ainda na noite desta quinta-feira. A decisão foi tomada após audiência no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) de São Paulo. Segundo informações do sindicato dos ferroviários, todas as composições voltarão a operar por volta das 20h30.

Os sindicalistas haviam decidido manter a greve em assembleia realizada na tarde de hoje, mas mudaram de opinião. Horas antes, o juiz Davi Furtado Meirelles, do TRT, propôs que a paralisação fosse suspensa e mantido o estado de greve, com a continuidade das negociações.

Os ferroviários marcaram uma nova assembleia para o dia 10 de junho. Os sindicatos esperam que a CPTM formule uma nova proposta para atender às reivindicações dos trabalhadores. Caso a empresa não ofereça uma proposta melhor, os empregados voltarão a cruzar os braços no próximo dia 15.

Os funcionários da CPTM pedem 5% de aumento real salarial e quase 8% de correção sobre a inflação apurada em São Paulo pelo IPC-Fipe (Índice de Preços ao Consumidor, apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Solicitam também aumento no valor do vale-refeição, no tempo de licença-maternidade e mudanças no plano de careira. Em contrapartida, a companhia oferece 3,7% de reajuste nos salários.

Este foi o segundo dia de paralisação dos ferroviários. No entanto, as linhas 10 Turquesa (Luz-Rio Grande da Serra) e 7 Rubi (Francisco Morato-Luz) só aderiram na madrugada de hoje. A greve atingiu as 89 estações de trem da região metropolitana de São Paulo e cerca de 2,45 milhões de passageiros. O valor da multa por cada dia sem serviço subiu de R$ 100 mil para R$ 200 mil após audiência realizada pela manhã.

Metrô - Os metroviários estão reunidos na noite de hoje para definir se entram ou não em greve a partir da 0h de sexta. Eles também cobram melhorias salariais.

Fonte

 

 

Comentar

Por favor, use de polidez em seu comentário. Não utilize palavras ofensivas ou palavrões e seja bem vindo(a).


Código de segurança
Atualizar