Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
SANGUE DO MEU SANGUE PDF Imprimir E-mail
Escrito por Barthô   
Seg, 04 de Julho de 2011 09:25

A história se passa no Brasil do século XIX, nos tempos do Segundo Reinado. Para evitar que o desfalque que dera no banco do sogro fosse descoberto, Clóvis Camargo faz com que Carlos, o funcionário que poderia incriminá-lo, sofra um acidente com uma bomba. Carlos sobrevive, mas perde a memória e não se lembra mais da mulher Helena e dos filhos Lúcio, Cíntia e Ricardo.

Dez anos se passam. Perambulando pelas ruas, Carlos se junta à trupe mambembe de Raposo, que o acolhe, e recupera a memória. Passa então a acompanhar o dia-a-dia de sua família sem se revelar vivo e a lutar para que Clóvis pague por todas as maldades que cometera. Além do desfalque e da tentativa de assassinato, ele oprime a mulher, Júlia, tenta convencer a todos de que ela está louca e maltrata os escravos, entre outras atrocidades. Em meio à trama está a atriz Pola Renon, que era amante de Carlos e com sua suposta morte passou a ajudar a família dele, sem revelar nada sobre o romance. O filho mais velho de Carlos, Lúcio, se apaixona por Pola e vive os dramas desse amor em meio às maquinações pela abolição da escravatura, luta que conta com Júlia como aliada quando esta resolve se libertar das garras opressoras de um marido que não a ama.

Veja mais na Wikipédia

ABAIXO UMA CENA DO CAPÍTULO FINAL COM PARTICIPAÇÃO DE BARTHÔ RAIMUNDO ANUNCIANDO A ABOLIÇÃO


 

Comentar

Por favor, use de polidez em seu comentário. Não utilize palavras ofensivas ou palavrões e seja bem vindo(a).


Código de segurança
Atualizar