Login



Detectamos o seu IP

Você está conectado(a) a este site de: 54.161.73.123

Dali Clock

Social Media Links

TwitterFacebook

Pessoas Online

Nós temos 149 visitantes e 6 membros online
  • redezrenn

Visitas

HOJE65
ONTEM134
NA SEMANA601
NO MÊS2438
TODAS304991
Powered by Kubik-Rubik.de

Siga-nos

Siga o Dica Quente no Twitter

Twitter

Doacoes


 
A massificação do preconceito PDF Imprimir E-mail

Ao longo do tempo o homem (já contaminado e, talvez sem se dar conta disso) foi acumulando preconceitos velados (às vezes nem tanto) e estes foram disseminados quase que organicamente pelas massas. Demoramos muito para acordar enquanto povo, enquanto nação e agora está difícil de se livrar daquilo que veio se mantendo como padrão por tanto tempo.

Sabão Fairy - 1900

Sabão Fairy - 1900

O sabão americano que rendeu diversas polêmicas com suas propagandas racistas no começo do século passado apresentou esta campanha usando crianças: "Por que sua mãe não te lava com sabão Fairy?".
O que hoje pode parecer um absurdo, em décadas passadas era comum ver campanhas publicitárias com essas abordagens.

Fonte

Propaganda Maizena - 1930

Propaganda Maizena - 1930

 

O retrato da criança brasileira.

Fonte

Propaganda Nazista - 1933

Propaganda Nazista - 1933

Esta é a memória de um judeu que relata como era na época da Alemanha nazista:

“Meu primeiro encontro pessoal com o antissemitismo foi através das horríveis caricaturas de judeus nos jornais oficiais de propaganda nazista, ‘Das Schwarze Korps’, um jornal da SS, e ‘Der Völkische Beobachter’, exibidos em vitrines e nas paredes das esquinas. Eles mostravam os judeus como figuras horrendas, feias e com enormes narizes, vestidos com uniformes russo-bolcheviques ou com um chapéu do ‘Tio Sam’ e chamavam-nos de Plutocratas, os quais aparentemente queriam (ou estavam tentando) dominar o mundo, lucrando com a exploração dos alemães inocentes representados por uma boa aparência. Muito diferente da realidade!”.

OBS (à parte) parece que os judeus negros eram parecidos com macacos.

Fonte

AFRICA

Uma observação de Ivan Teorilang

"Se o racismo é um sentimento preconceituoso, daquele que se julga superior, então deveria ser ele o discriminado, pois quem mais poderia ser visto em sua extrema inferioridade senão o portador de tal arrogância, entre os da mesma raça?" - Ivan Teorilang

Fonte

PAULO FREIRE

É preciso superar

 

“Como professor, não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância, se não supero permanentemente a minha”. Paulo Freire

Fonte

DOSSIÊ MULHER

Menina negra triste

De acordo com a publicação, as mulheres são as maiores vítimas de lesão corporal dolosa (88% do total de vítimas), estupro (73% do total de vítimas - em virtude da mudança proporcionada pela Lei 12.015/09, o estupro, no estudo, corresponde ao somatório dos crimes de atentado violento ao pudor e estupro) e ameaça (66% do total de vítimas).

Fonte

Ao clicar nos links todos os crédidos estão concedidos conforme mencionados nos mesmos.

 

Comentar

Por favor, use de polidez em seu comentário. Não utilize palavras ofensivas ou palavrões e seja bem vindo(a).


Código de segurança
Atualizar